Home / Saúde / O que você precisa saber sobre amigdalite e quando operar

O que você precisa saber sobre amigdalite e quando operar

Talvez você já tenha ouvido falar sobre cirurgia para retirada das amígdalas. Há algum tempo, principalmente na década de setenta, ela era bem comum, as crianças eram submetidas a elas com muito mais frequência do que hoje porque acreditava-se que esta era uma boa forma de diminuir as dores de garganta que as crianças tinham com tanta facilidade.

Atualmente a cirurgia para retirada das amígdalas é a última opção entre alguns tratamentos disponíveis. Antes de mais nada, os médicos fazem um acompanhamento, uma espécie de avaliação, para saber quantas vezes ao ano o paciente teve problemas de amigdalite e qual a intensidade deste problema, para só depois verificar se a cirurgia é uma boa opção. Antes de optar pela cirurgia de retirada das amígdalas, alguns tratamentos à base de medicamentos podem amenizar o problema evitando, desta forma, a incidência cirúrgica.

Essa nova forma de avaliar a necessidade cirúrgica se dá porque as amígdalas são uma forma de proteção para o organismo. Elas têm uma função importante, principalmente na infância, e servem como uma barreira de defesa contra os germes invasores. Justamente por serem portadoras destes invasores é que elas incham e infeccionam, causando a amigdalite.

Algumas pessoas apresentam um crescimento anormal das amígdalas, fato que causa grande incômodo atrapalhando a respiração, causando o ronco e a apneia do sono. Nestes casos, a retirada do órgão é feita como primeira opção de tratamento, para melhorar de vez o quadro.

Felizmente, temos em nosso organismo várias formas de defesa contra germes e bactérias, por esse motivo a retirada das amígdalas não é algo que faça com que o paciente fique vulnerável, principalmente na vida adulta.

A cirurgia para retirada é algo bem simples. Com a ajuda de uma pinça colocada na boca do paciente as amígdalas podem ser retiradas, algo que não dura mais do que uma hora e meia.

O paciente, depois de operado, se recupera em casa em no máximo dez dias. As bebidas geladas e sorvetes ajudam na cicatrização e por este motivo a cirurgia para retirada das amígdalas é muito mais comum no verão do que em qualquer outra estação do ano.

Se você tem problemas frequentes de dores de garganta, ou ainda apneia do sono e ronco pode buscar ajuda de um otorrinolaringologista, o profissional especializado para verificar problemas na amígdala e auxiliar com um bom tratamento.

Fonte: Família

Veja Também

5 sintomas importantes da hérnia de disco

A hérnia de disco é uma lesão na região lombar. Nossa coluna é composta de ...