Home / Pr. Manoel Antônio / OLHANDO NA DIREÇÃO CERTA

OLHANDO NA DIREÇÃO CERTA

“Olhando para Jesus,
Autor e Consumador da fé…”
Hebreus 12:2

Não existe nada mais expressivo e significativo que um olhar. Este tem servido como tema e inspiração para poetas, compositores e escritores. Quem não já foi sensibilizado por uma poesia ou mesmo por uma música baseada neste tema! Sua importância se estende às mais diversas áreas da nossa vida. Através de um olhar expressamos nossos sentimentos e intenções, aproximamos pessoas em torno de nós, e até podemos também afastá-las. Demonstramos alegria ou tristeza, aprovação ou desprezo. Tudo isso apenas através do olhar.

A relevância deste tema se estende às páginas das Escrituras Sagradas. Muitas são as narrativas de pessoas que sofreram alteração no curso de suas vidas simplesmente por causa do olhar. A exemplo disso podemos citar: Eva, cujos olhos contemplaram o fruto proibido, ao ponto de desejá-lo e, consequentemente, transgredir a ordem divina (Gn. 3:6). A mulher de Ló é outro exemplo de um olhar mal direcionado, vindo a transformar-se em estátua de sal (Gn. 19:24-26). Davi também pagou um preço muito alto por olhar de forma maliciosa para a mulher de seu soldado (2 Sm. 11.1-3). Isto, posteriormente acarretou danos à sua vida e à sua família, alguns dos quais nunca puderam ser reparados.

No entanto a Palavra também nos apresenta exemplos de homens e mulheres que foram grandemente abençoados pelo Senhor pelo fato de terem direcionado seus olhos para um alvo correto. Moisés, usado por Deus para libertar o povo do Egito aprendeu a olhar sempre para o alvo que o Senhor lhe propusera. O escritor aos Hebreus afirmou mais tarde que ‘Moisés permaneceu firme, como quem via o invisível’ (Hb. 11:27). Em tais circunstancias, mesmo em meio a um deserto de dificuldades, Moisés pôde ver o livramento do Senhor enquanto o povo via a escassez e a morte. Eliseu é outro exemplo de um olhar na direção certa. Embora a cidade em que se encontrava estivesse cercada por uma numerosa tropa do exército da Assíria, este profeta também pôde enxergar a proteção dos exércitos celestiais a seu favor (2 Rs. 6:17).

O texto tomado por base para a meditação de hoje nos aponta o Alvo no qual os nossos olhos devem estar canalizados. O termo empregado pelo autor da epístola aos Hebreus deriva de três palavras distintas, cujo significado lançam luz para uma compreensão melhor e mais profunda de sua mensagem. Estas palavras significam: desviar o olhar de tudo, afim de fixa-lo numa só coisa; olhar com total concentração; negligenciar tudo a fim de concentrar a atenção numa coisa apenas.

Podemos concluir, portanto, que o cristão possui um alvo a ser seguido. Ele não deve andar olhando nem para a direita nem para a esquerda, mas para a frente, para o alto, para o Senhor Jesus. Pedro quando tirou os olhos do Senhor começou a afundar sob as águas do mar. Quando colocamos os olhos no homem, na vida e nas falhas dos outros a nossa vida perde sustentação e aí começamos a afundar no desespero. Quando nossos olhos se desviam do Alvo que é o Senhor, e olhamos apenas as dificuldades que estamos enfrentando, ou as dores que estamos sentido, isso nos impossibilita de permanecermos firmes.

Precisamos, no entanto, fixar nosso olhar em Jesus. Por isso, não tema às circunstancias ao seu redor. Não olhe para os erros daquelas pessoas das quais você esperava atitudes melhores. Tenha um olhar atento, concentrado, direcionado para Aquele que é o Autor e Consumador da nossa fé, e assim, corra com perseverança a carreira que está proposta.

Que seu dia seja abençoado pelo Senhor! Que você seja uma bênção!

Pr. Manoel Antonio
Pastor da Segunda Igreja Congregacional de Campina Grande-PB
Wattsapp 83 98700-0490

Veja Também

VOCÊ TEM SAPINHO NA BOCA?

Assim também a língua é um pequeno membro, mas pode gloriar-se de grandes coisas. Considerai ...