Home / Pr. Manoel Antônio / “TOMOU SAMUEL UMA PEDRA… E DISSE: `EBENÉZER´ – ATÉ AQUI NOS AJUDOU O SENHOR”

“TOMOU SAMUEL UMA PEDRA… E DISSE: `EBENÉZER´ – ATÉ AQUI NOS AJUDOU O SENHOR”

O texto acima nos fala de uma pedra. Uma pedra como tantas outras encontradas pelas estradas, rios e montes de Israel. No entanto, aquela pedra se revestia de uma significado especial para os israelitas. Ela era um MEMORIAL de geração à geração. Muitos outros memoriais encontramos nas páginas do A.T. alguns colocados pelo próprio Deus, como o sinal na testa de Caim, o arco-íris e a circuncisão, enquanto que outros foram criados pelo homem, como os altares de Abraão, de Jacó, as pedras tiradas do Jordão nos dias de Josué, as Tábuas do Decálogo e a vara de Moisés, no tabernáculo. A própria cruz de Cristo é o maior memorial que o mundo possui.

Aprendamos, portanto, algumas lições práticas que estes memoriais podem nos trazer.

Em primeiro lugar memorial, segundo o dicionário de nossa língua, é algo que relata fatos que não devem ser esquecidos, quer através da escrita ou de objetos. Era comum para os orientais marcarem alguns acontecimentos com pedras, estacas, óleo, dentre outras coisas, pois o ser humano se esquece facilmente, especialmente das coisas boas.

E no versículo acima vemos Samuel, no início do seu ministério levando o povo a um reavivamento espiritual que há muito Israel precisava. E aquele reavivamento fi selado com uma pedra, a qual Samuel chamou de “Ebenézer” (= pedra de ajuda). Aquela experiência deveria ficar marcada para sempre na mente e no coração de Israel.

Aquela pedra era um MEMORIAL DE GRATIDÃO: até aqui nos ajudou o Senhor – o Senhor tem sido o nosso Sustentador. E as Suas mãos têm estado a nos abençoar. Como diz o Salmo 124: “Se o fosse o Senhor que esteve ao nosso lado…”.

Mas aquela pedra também foi um MEMORIAL DE VITÓRIA: no vr. 11 diz que os Israelitas perseguiram e derrotaram os filisteus. O apóstolo Paulo declarou que o Senhor sempre nos conduz em triunfo. João escreveu que Aquele que está em nós é maior… . Verdade é que somos tentados a desanimar, a entregar as armas, até mesmo a pendurar as harpas nos salgueiros, mas o Senhor nos tem feito triunfar sobre todas as adversidades! A vitória do Senhor é uma verdade que deve alimentar nossa fé a cada amanhecer. Ao levantarmos pela manhã devemos declarar que aquele dia será mais um dia de vitórias no Senhor!

Finalizando, Samuel com aquela pedra quis deixar ainda algo registrado na memória do povo: O MEMORIAL DA CONSAGRAÇÃO: naqueles dias o povo estava em decadência moral e espiritual. A Palavra do Senhor era mui rara 3:31; os sacerdotes estavam corrompidos 2:12-17 e o povo distante do Senhor 7:3-9. Samuel reuniu o povo e mandou que tirassem os ídolos do meio deles, e que preparassem o coração e servissem ao Senhor apenas 7:3. E após o quebrantamento e confissão do povo 7:4,6 e 8 Deus concedeu vitória sobre os filisteus, e então a pedra foi posta como memorial diante de Israel.

Este memorial precisa ser revivido por nós a cada dia. A consagração pessoal, incondicional e constante é a área mais importante da vida do crente. Nada a substitui. E por isso, não deve ser esquecida, nem negligenciada, nem tampouco adiada para depois.

Tenha um dia ricamente abençoado pelo Senhor!

Pastor Manoel Antonio

Veja Também

OLHANDO NA DIREÇÃO CERTA

“Olhando para Jesus, Autor e Consumador da fé…” Hebreus 12:2 Não existe nada mais expressivo ...