Home / Pr. Gomes Silva / Prestando contas a Deus!

Prestando contas a Deus!

Pr. Gomes Silva 

Quem compra tem que pagar. Quem comete erros tem que pagar por eles.  Teoricamente, ninguém fica impune dos seus atos. Seja quem for, tenha a idade que tiver. Não importa. A cobrança é para todos.

A respeito disso, a Bíblia – palavra inspirada por Deus -, mostra Salomão advertindo a juventude quanto à sua responsabilidade no que tange os seus atos: “Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e alegre-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas essas coisas te trará Deus a juízo” (Eclesiastes 11:9 ARC).

De cara, podemos ver o sábio Salomão certificando aos jovens de que, enquanto ele estiver regozijando-se em sua juventude, sempre deve recordar que cedo ou tarde um “Dia de Juízo” está por vir. Consequentemente deve viver a sua vida com o Dia do Juízo sempre à vista.

Ao interpretar esse versículo, John McArthur – na Bíblia de Estudo, que leva o seu nome -, diz que a resposta à alegria é: Desfrute a vida, mas não cometa iniquidade. O equilíbrio está em se alegrar com responsabilidade e não se entregar ao pecado. O prazer é experimentado em fé e obediência, pois como Salomão tantas vezes repetiu, o homem só pode alcançar a verdadeira satisfação como um dom de Deus.

Mas, não apenas o jovem será cobrado por seus atos. Todo ser que respira prestará contas ao Senhor. Quando Adão caiu no pecado da desobediência logo foi expulso por Deus de sua morada juntamente com a mulher, Eva, que fora seduzida pela concupiscência dos olhos, através da astúcia de Satanás ao utilizar-se de uma serpente e dizer-lhe que eles “não morreriam”, como foram alertados pelo Senhor. Deus agiu rápido!

Outro exemplo é a “puxada de orelhas” de Deus em Caim, após este assassinar o irmão Abel (Gênesis 4:1-7). No último versículo do texto citado, o Senhor diz para Caim: “Se procederes bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo”.  Ou seja, Deus estava dizendo a ele que, se ele decidisse não obedecer aos mandamentos divinos, o pecado, sempre presente, de tocaia e esperando para dar o bote como um leão, iria concretizar o seu desejo de sobrepujá-lo. A quem erra é dada toda responsabilidade diante de seus atos. O desejo vem, mas cabe a cada um o resistir. Tiago, meio-irmão de Jesus Cristo, diz em sua carta, que nós devemos “sujeitar-se a Deus; mas resistir ao diabo, e ele fugirá de nós” (Tiago 4:7)

O problema é que muitos estão – na minha avaliação -, achando que Deus não existe mais; que os castigos contidos nas Escrituras fazem parte do passado; que as profecias quanto aos eventos futuros são balelas; e que céu e inferno não existem. Ledo engano de quem pensa dessa forma. Porque Deus existe, os castigos são aplicados com justiça, as profecias estão se cumprindo e o céu e o inferno são realidades incontestáveis.

Veja Também

JESUS E A COMPAIXÃO DE UM MUNDO PERDIDO

Mateus 9:35-38 INTRODUÇÃO  Jesus Cristo era um missionário exemplar para o povo de Deus para ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.