Home / Saúde / Alimentação na gravidez: O que você não deve ingerir

Alimentação na gravidez: O que você não deve ingerir

A gravidez, embora não seja doença, exige alguns cuidados da futura mamãe com a sua saúde e a saúde do seu bebê. Um dos principais cuidados que a mulher deve ter durante a sua gestação é em relação à sua alimentação, já que ela interfere diretamente na sua saúde e até mesmo na formação do seu bebê.

A criança que se desenvolve no útero da mãe precisa de algumas vitaminas e alguns nutrientes para crescer com saúde. Outros tipos de alimentos, por sua vez, podem prejudicar a saúde da mãe, e consequentemente a gravidez, ou o próprio bebê em formação.

Não é necessário ser radical e cortar esses alimentos do cardápio da gestante. É preciso apenas ter determinados cuidados para evitar problemas durante os nove meses da gestação. O cardápio ideal da futura mamãe deve ser preparado por nutricionista ou médico, considerando as especificidades de cada mulher. Mas, para lhe ajudar, veja esta lista de alimentos que devem ser evitados durante a gravidez.

  • 1. Bebidas alcoólicas

    O único item na lista que os especialistas recomendam excluir da alimentação durante a gravidez é o álcool, principalmente no primeiro trimestre da gravidez, já que ele pode ultrapassar a barreira placentária e prejudicar a formação do bebê.

  • 2. Alimentos crus

    Nessa lista entram as carnes, cruas ou malpassadas, e o ovo cru, utilizado na gemada e em algumas sobremesas. O motivo da restrição desses alimentos é a possibilidade de que neles existam bactérias que possam prejudicar a formação do bebê. Assim, para evitar a toxoplasmose ou até mesmo uma diarreia, que pode trazer consequências para a gravidez, opte por alimentos cozidos e carnes bem passadas.

  • 3. Embutidos

    Os embutidos em geral, como o presunto, salame e salsicha, são alimentos artificiais cheios de conservantes e estabilizantes. Por isso eles devem ser evitados na gravidez, já que nessa época, o sistema imunológico da mulher se torna mais ativo, fazendo com que o organismo reaja com os compostos químicos, causando alergias. Além disso, os produtos embutidos possuem um alto teor de sódio, que elevam a pressão arterial.

  • 4. Alimentos ricos em açúcar

    Os alimentos ricos em açúcar não devem ser utilizados em excesso por mulheres grávidas, isso porque esses alimentos são fontes de calorias sem qualquer valor nutritivo. Além disso, o consumo desses alimentos pode gerar na mulher um quadro de diabetes gestacional. Por esse motivo, o ideal é comer apenas o suficiente para matar a vontade, sem exageros.

  • 5. Alimentos conservados no sal

    Os alimentos conservados no sal possuem uma grande quantidade de sódio, um dos elementos responsáveis pelo aumento da pressão arterial. Por sua vez, o aumento da pressão arterial na gestante pode ser extremamente prejudicial, já que a pressão alta pode levar a um quadro de eclampsia, que é extremamente perigoso para a mamãe e para o bebê. Por isso, se a mulher já possui tendência a ter pressão arterial alta, o ideal é evitar o consumo desses alimentos que possuem alto teor de sódio.

Fonte: Família

Veja Também

11 coisas que seu médico não vai lhe falar sobre a gravidez

Ser mãe é uma experiência única na vida. Mesmo que ela ocorra mais de uma ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.